SapoTelecom
Pesquisar
FacebbokTwitterLinkedinSapo VídeosFoursquareInstagram
Baby Care: pais mais perto dos filhos
terça-feira, 22 de Dezembro de 2009
O serviço Baby Care já se encontra disponível na Maternidade Júlio Dinis. A iniciativa surge da Fundação PT, que subsidiou o projecto, e do Centro Hospitalar do Porto.

Rita e João são gémeos recém-nascidos e encontram-se actualmente internados no serviço de cuidados intermédios da Maternidade Júlio Dinis, do Centro Hospitalar do Porto. A mãe acompanha-os diariamente na maternidade, já o pai devido a obrigações profissionais acompanha os recém-nascidos a partir da Covilhã. Com a tecnologia ao serviço da humanização, Luís Pires pode agora visualizar diariamente, a qualquer hora e em qualquer lugar, os seus filhos graças ao serviço BabyCare, desenvolvido pela Portugal Telecom e pioneiro em todo o mundo. Para isso, apenas necessita de uma ligação à internet e de uma password de acesso para visualizar os seus filhos.

   

O serviço, subsidiado pela Fundação PT, passa a estar disponível na Maternidade  
Júlio Dinis, onde está prevista a instalação de câmaras de vídeo em 10 incubadoras até ao final de 2009, ligadas a um serviço de vídeo IP. Desta forma, 10 famílias poderão passar a acompanhar diariamente e à distância os seus bebés.

Turrion Leite
Responsável pelo
desenvolvimento do
serviço Baby Care

“É uma forma diferente de matar as saudades”, explica o mais recente utilizador deste serviço, Luís Pires. Turrion Leite da PT, responsável pelo desenvolvimento da solução, relembra o significativo impacto da entrada em funcionamento do serviço, na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa. Nove anos depois, o Baby Care chega ao Porto. Brevemente será anunciada a instalação noutras unidades de saúde, refere o engenheiro.

Na sessão de assinatura do protocolo entre a Fundação PT e o Centro Hospitalar do Porto, o presidente do referido Centro, Pedro Esteves, começou por endereçar agradecimentos à Fundação PT e salientou o facto deste ser um bom exemplo de como a tecnologia pode estar ao serviço da humanização, reforçando a política de focalização nos doentes promovidas pela

Óscar Vieira, administrador delegado da Fundação PT, Ana Jorge, ministra da Saúde, e Pedro Esteves, presidente Centro Hospitalar do Porto
instituição de saúde. Clara Cidade, da área de Info-Exclusão e Necessidades Especiais da Fundação PT, realizou posteriormente uma demonstração do serviço salientando a importância da missão da Fundação PT na subsidiação deste tipo de projectos.

Óscar Vieira, administrador delegado da Fundação PT, frisou também que este é um meio fundamental através do qual a PT expressa o seu compromisso com a Responsabilidade Social. De acordo com o administrador delegado, o futuro passa por continuar a promover projectos desta natureza em coordenação com as autoridades de saúde.

Para a ministra da Saúde, Ana Jorge, a Fundação PT é um exemplo para Portugal pela sua intervenção na humanização, através das comunicações, e na promoção da qualidade de vida da sociedade e, em especial, de cidadãos com necessidades especiais.

    

partilhar notícia