SapoTelecom
Pesquisar
FacebbokTwitterLinkedinSapo VídeosFoursquareInstagram
Meo apresenta elevados níveis de satisfação
quarta-feira, 26 de Agosto de 2009
Segundo um estudo da Anacom, a marca Meo regista um dos maiores graus de satisfação dos clientes, no sector das comunicações, em Portugal.

Numa escala de 1 a 10, o serviço de televisão por subscrição apresentou um índice médio de satisfação do cliente de 7,15 e, mesmo ao nível de internet, detém o primeiro lugar com um valor de 6,91.

A satisfação dos clientes é um dos pilares da Portugal Telecom e a empresa já deu provas do seu compromisso. Segundo o Relatório ECSI Portugal 2008 - Índice Nacional de Satisfação do Cliente, a marca Meo registou um dos maiores níveis de satisfação dos clientes, no sector das telecomunicações ao nível nacional.

No que diz respeito ao serviço de televisão por subscrição, a marca da PT assinala “um distanciamento estatisticamente significativo às restantes marcas estudadas (Zon e outras)”, refere o estudo da Anacom - Autoridade Nacional das Comunicações. O Meo demarca-se dos restantes serviços e apresenta um índice médio de satisfação do cliente de 7,15 - numa escala de 1 a 10.
 

Também no serviço de internet, o Meo/Sapo se destaca e detém o primeiro lugar da tabela, com 6,91 de índice médio de satisfação, seguido do conjunto dos operadores de internet móvel.

Ao nível do serviço de telecomunicações fixas é o grupo “outras marcas” que regista os índices de satisfação mais elevados, seguido da PT/Meo, e no serviço de telecomunicações móveis a TMN ocupa o segundo lugar com um índice médio de 7,32 sendo que a Vodafone está em primeiro lugar com 7,79.

O estudo, desenvolvido pelo Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação da Universidade Nova de Lisboa, em parceria com a Associação Portuguesa para a Qualidade e com o Instituto Português da Qualidade, apresenta os resultados da avaliação da percepção dos consumidores no sector das comunicações nomeadamente serviços da rede fixa e móvel, acesso à internet, distribuição de televisão por subscrição e serviço postal.

partilhar notícia