SapoTelecom
Pesquisar
FacebbokTwitterLinkedinSapo VídeosFoursquareInstagram
PT Inovação submete candidatura ao QREN
quinta-feira, 28 de Maio de 2009
A PT Inovação submeteu à aprovação do QREN três projectos estruturantes para o sector das Redes de Nova Geração: G-PON-in-a-BOX, Living Lab e Smart@Home.

Alcino Lavrador está confiante no
sucesso dos projectos apresentados
A tarde do dia 27 de Maio ficou marcada pela cerimónia que serviu para encerrar uma iniciativa de três dias durante a qual o Governo deu destaque a vários projectos na área da RNG pelo país e “ficou a conhecer o trabalho desenvolvido pelos operadores nesta área”, refere o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino.

A sessão, que decorreu na Fundação Calouste Gulbenkian, foi marcada pelo lançamento do ‘Cluster’ de Redes de Nova Geração (RNG), pelo lançamento de uma linha de crédito e apresentação do programa do QREN para apoiar e incentivar o investimento em RNG. Estiveram presentes o primeiro-ministro José Sócrates, o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, o secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Paulo Campos.

A PT Inovação e a Novabase marcaram presença nesta cerimónia onde mostraram a tecnologia e os produtos, que estão a desenvolver para as RNG, candidatos aos incentivos do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional). Durante o encontro foram também assinados os protocolos de cooperação com a Cisco e a Ericsson e o protocolo entre o Estado Português, o Banco Europeu de Investimento e quatro bancos nacionais (Caixa Geral de Depósitos, Banco Espírito Santo, Banco Comercial Português e Banco Santander Totta).

Alcino Lavrador apresentou o protótipo de alguns produtos que a PT Inovação está a desenvolver na área das RNG, nomeadamente uma infra-estrutura de rede de fibra óptica, uma plataforma de testes de RNG e produtos e serviços convergentes. “A PT Inovação não é apenas uma âncora tecnológica da PT, mas o principal motor de inovação e desenvolvimento na empresa. A Portugal Telecom tem um forte compromisso com a inovação e a rede de fibra óptica acelerará a adopção de serviços inovadores”, refere o presidente da PT Inovação.


O G-PON-in-a-Box foi um dos produtos mostrados. Segundo Alcino Lavrador, “este projecto está relacionado com a criação de uma estrutura de rede necessária para levar a fibra até casa do cliente”. É o equivalente a um router ADSL, mas para serviços suportados em fibra. Traz uma maior eficiência energética e garante a interoperabilidade com as plataformas de qualquer fabricante.

O presidente da PT Inovação apresentou também o projecto Living-Lab, “um ecossistema que permitirá a utilizadores reais testar aplicações novas que possam surgir na área de redes de nova geração.”

O terceiro projecto, Smart@Home, prende-se com o desenvolvimento de aplicações. Ou seja, “integrar os serviços da casa digital através do desenvolvimento de produtos e serviços convergentes”, refere Alcino Lavrador.

A PT tem um extenso legado no desenvolvimento de soluções inovadoras através da PT Inovação, com um âmbito de actuação global. Para o presidente da PT Inovação, esta é uma “grande oportunidade para a empresa se demarcar de outras empresas e liderar em Portugal e no mundo na área de redes de nova geração.”

“Assistimos a uma revolução no sector das telecomunicações, mas estamos à altura do desafio. Na PT somos gente de muita fibra”, realça Alcino Lavrador.

De acordo com primeiro-ministro, José Sócrates, “este projecto envolve Governo e operadores e traz uma nova ambição para o nosso país. Não é um projecto do Estado, mas um projecto assumido por todo o sector. Queremos colocar Portugal na linha da frente na evolução tecnológica.”

Parte das verbas alocadas a Portugal no âmbito do QREN serão canalizadas para o apoio a projectos ligados às redes de nova geração. Assim foi anunciada a atribuição de 41,7 milhões de euros do programa Compete, Programa Operacional de Factores de Competitividade que se insere no QREN, para apoiar a competitividade das empresas nacionais e o seu investimento em RNG. Esta verba deverá gerar um investimento total de 100 milhões de euros para iniciativas na área do desenvolvimento de equipamentos e serviços.

O concurso de incentivos às RNG, do QREN, está aberto até 15 de Julho, sendo que os projectos serão escolhidos até ao final do ano. A PT Inovação, a Novabase, a Cisco e a Ericsson já apresentaram os seus projectos e acções concretas para o desenvolvimento deste sector.
partilhar notícia