SapoTelecom
Pesquisar
FacebbokTwitterLinkedinSapo VídeosFoursquareInstagram
MEDIA 4-Fev-2011 Portugal Telecom implementa um dos maiores Data Center da Europa na Covilhã A Portugal Telecom e a Câmara Municipal da Covilhã anunciam hoje a implementação do maior Data Center do país. Com mais de 45.000 m2, níveis de eficiência energética e capacidade tecnológica únicas, este projecto será uma referência a nível internacional.

O município da Covilhã, fez parte de cerca de 26 localidades estudadas e analisadas, e a sua escolha obedeceu a um detalhado estudo de vários parâmetros e critérios, entre os quais condições meteorológicas, níveis elevados de segurança sísmica, impacto social, económico, ambiental e acessibilidades, tendo em conta, igualmente, as normas e práticas definidas pelo Code of Conduct on Data Centers da Comissão Europeia e pelo Uptime Institute.

A Portugal Telecom acompanha as tendências mundiais no mercado das comunicações e direcciona o seu investimento no sentido de antecipar o crescimento exponencial de dados e o aumento das necessidades das empresas a este nível, posicionando-se como um player no mercado europeu. Este Data Center posicionar-se-á como um pólo de exportação de capacidade de armazenamento de dados de empresas europeias e de serviços tecnológicos.

Este centro que dará, igualmente, o suporte à oferta de novos serviços PT, que irão tirar partido da moderna rede de Fibra Óptica que está a ser instalada em Portugal, e terá o seu foco na disponibilização de serviços de cloud computing a grandes empresas e PMEs, disponibilizando-lhes acesso a soluções que permitirão uma redução significativa nos custos de investimento inicial em tecnologias de informação e potenciarão a inovação através da adopção de novos serviços tecnológicos.

No seguimento da sua estratégia de criação em Portugal de condições que permitam a competitividade e modernização do tecido empresarial, a Portugal Telecom irá construir um inovador e moderno centro de processamento de Dados (ou Data Center), que deverá entrar em funcionamento no 2º semestre de 2012, e será suportado por uma rede de comunicações de fibra óptica de alto débito que o ligará às principais redes mundiais de comunicações.

Este novo Data Center irá diferenciar-se pelas suas elevadas capacidades tecnológicas de serviços de computação de nova geração e elevados níveis de sustentabilidade:

  • Terá capacidade de alojamento para cerca de 50 mil servidores, com capacidade de 20 Petabytes, o equivalente ao armazenamento de 50 milhões de filmes em qualidade HD;
    - Irá duplicar a capacidade de Data Centers em Portugal, quando entrar funcionamento em 2012;
  • Será um centro exportador de capacidade de armazenamento de dados e serviços de cloud computing já que através dele a PT se assumirá como um player neste mercado, a nível europeu;
  • Terá uma área de implementação de 45.000 m2 (o equivalente a cerca de 10 Pavilhões Atlântico ou 200 courts de ténis), incluindo zonas de equipamentos, áreas técnicas e escritórios;
  • Prevê criar mais de 500 postos de trabalho, directos e indirectos, qualificados e especializados, tendo em conta a potencial criação e desenvolvimento de negócios na região;
  • Será uma referência mundial em termos de eficiência energética, com poupanças de 93.000 toneladas de CO2 e de 40% no consumo de energia, com utilização de sistemas de refrigeração ambientalmente responsáveis de free cooling (de acordo com o Instituto de Meteorologia a Covilhã apresenta das melhores condições ambientais, temperatura do ar e humidade que maximizam os sistemas de arrefecimento) e aproveitamento de energia solar.

Sendo esta uma referência em termos de Sustentabilidade, à construção deste novo Centro de Dados estará associada a implementação de um novo Parque Eólico, com 28 torres, sendo um dos poucos Data Centers a nível mundial que tem associado de raiz um projecto de produção de energia renovável. Os recursos associados às Tecnologias de Informação são cada vez mais fortes consumidores de energia, pelo que a Portugal Telecom valorizou, de uma forma muito clara, a região que maximizasse a utilização de energias renováveis.

Associado às infra-estruturas implementadas, será também criado um Centro de Inovação em Tecnologias de Informação que permitirá atrair para a região núcleos empresariais nacionais e internacionais, que contribuirão para o desenvolvimento económico da região e potenciarão a articulação com o meio académico e de investigação através da Universidade da Beira Interior.

Através deste investimento, a Portugal Telecom passará a dispor de uma plataforma de desenvolvimento de serviços de tecnologia e telecomunicações ímpares, reforçando a sua oferta e disponibilizando mais e melhores serviços aos seus clientes.



Fonte:  Fonte ou Origem do Conteúdo

Contactos:  Contactos Inerentes ao Conteúdo

partilhar notícia