22/06/2022

Altice Portugal recebe o cabo submarino Medusa em Carcavelos 2024

​A Altice Portugal e o sistema de cabos submarinos Medusa, operador de Infraestruturas Submarinas do Mediterrâneo, assinaram um MoU (Memorandum of Understanding) para a amarração do Medusa em Portugal. O acordo foi assinado durante a conferência Subsea World 2022 em Marselha pelo Diretor Geral e CEO da AFR-IX Telecom, Norman Albi e pelo Chief Operations Officer da Altice Portugal, Alexander Freese. 

A estação de cabos submarinos de Carcavelos será o ponto ocidental da rota de mais de 8.700 km do Medusa, o mais longo cabo submarino do Mediterrâneo, que ligará nove países de África e da Europa através dos seus pontos de amarração em Portugal, Marrocos, Espanha, França, Argélia, Tunísia, Itália, Grécia, Egipto e Chipre.

Norman Albi, CEO da AFR-IX, assinalou a importância do acordo com a Altice Portugal afirmado que “a costa portuguesa sempre foi estratégica para gerar ligações, já que é a porta de entrada para o Atlântico e África Ocidental. Foi decisivo para o Medusa que o início da sua rota fosse em Portugal e Carcavelos oferece as condições ideais para isso", disse reforçando ainda a necessidade do Medusa como alternativa aos cabos mediterrânicos que já estão a chegar ao fim do seu ciclo de vida.

Nas palavras de Alexander Freese, COO da Altice Portugal, "como líderes do setor das comunicações em Portugal, orgulhamo-nos de ajudar a criar uma porta de entrada na Europa de ativos tão relevantes na indústria das comunicações como o cabo submarino Medusa, reforçando o seu compromisso para com a economia nacional e global", fez saber.

Investimento total de 326 milhões de euros

​O projeto Medusa envolve um investimento total de 326 milhões de euros. O cabo, que será construído pela Alcatel Submarine Networks (ASN), terá segmentos que integram até 24 pares de fibras com um desenho de capacidade de 20 Tbit/s por par de fibras.

O acordo com a Altice Portugal permitirá que o primeiro segmento do Medusa, que liga a estação de Carcavelos, Barcelona e Marselha, se torne uma realidade. A AFR-IX estima que o cabo chegue a Portugal durante o segundo trimestre de 2024.

Para além do know-how e das infraestruturas fornecidas pela Altice Portugal, os futuros clientes do Medusa poderão beneficiar da ligação entre a Estação Internacional de Carcavelos e o centro de coinstalação e interligação da rede internacional da empresa em Linda-a-Velha.

Neste projeto de parceria com a AFR-IX, a Altice Portugal assegurará os serviços de amarração do cabo submarino, incluindo energia e condutas desde a praia até à estação; serviços de operação e manutenção, e conectividade entre a estação e outros pontos de referência internacionais em Portugal, nomeadamente centros de dados, outras estações de cabo submarino e teleportos.